13 de setembro de 2013

Feliz sexta-feira 13!



Nada melhor do que uma sexta-feira 13 para meter medo em todo mundo, não é? Ouvi cada besteira hoje, relacionada ao dia, que não dá para contar nos dedos. Algumas páginas estão fazendo especial de fotos de horror, canais de TV estão fazendo especial de filmes, blogs estão fazendo TOP 10, e eu... Bom, eu vou misturar de tudo um pouco. Eis aqui o meu Manual para Sobreviver à uma Sexta 13.


Fobias: Esquisito falar sobre isso, né? Pois é. O problema é que eu, por exemplo, não consigo assistir Harry Potter e a Câmara Secreta direito. Por que? Porque tem aranhas. Aranhas gigantes e nojentas. Eu não só tenho nojo, como tenho um medo descomunal de aranhas. A única aranha que não me assusta é a de Circo dos Horrores, o livro e o filme. De resto, todas me dão pavor. Cheguei a quase chorar em uma aula de biologia sobre artrópodes. 

O problema é que medos assim são muito retratados em filmes de terror, ou coisas do gênero. Um dos maiores símbolos do Halloween são as aranhas. E meu medo, como fica? Tenho que ficar insistindo para as pessoas fazerem aranhas fofinhas, pelo menos. Essas não me assustam.

(teria uma foto de aranha aqui, se eu conseguisse abrir qualquer coisa relacionada no Google, sem ter medo)

Músicas: Sabia que existem músicas feitas para mexer com o psicológico das pessoas e transmitir a sensação de medo? Pois é. Eu ouço muita música instrumental para escrever, e quando quero escrever algum texto com um tema tenso, ouço músicas que me deixam apreensiva. E engana-se quem pensa que são ruins. Nada disso. Essas músicas são altamente inspiradoras e belas. Aqui em baixo estão algumas das minhas preferidas:











 Essa é uma das melhores!

 


Filmes: E lógico que não podia faltar uma seleção de filmes de terror bem bonitinha aqui. Como toda boa fã, eu tenho meus preferidos, mas existem alguns que quero ver também. Hoje estréia Invocação do Mal nos cinemas, e admito que fiquei com receio de ver esse negócio. Não gosto muito de filmes de terror com coisas do além. Prefiro os filmes que possam ser reais, como os de serial killers e tudo mais. Mas sempre tem suas exceções, né?


Silent Hill é um dos meus filmes favoritos do gênero. Conta a história de uma mãe que, desesperada com uma doença do sono da filha, corre com ela para a cidade falada pela menina em crises de sonambulismo. Lá, ela encontra uma infinidade de seres demoníacos e uma lenda que gira em torno... de sua filha.


Jogos Mortais, uma das minhas sagas favoritas, conta a história de John Kramer, um homem que tem câncer em estado terminal. Ele, apesar de ser culto, educado e simples, é um psicopata que age de modo bastante frio: faz com que suas vítimas joguem com suas próprias vidas. O motivo da paixão que eu tenho por ele é que Kramer é tão incrível, mas tão incrível, que jamais matou alguém com suas próprias mãos. Isso mesmo.


O Mistério das Duas Irmãs. Esse filme é completamente perturbador. Quando acabou, eu fiquei totalmente sem reação. No filme, Emily Browning é Anna, uma garota que volta de um internato para casa, após perder sua mãe. Ela tem uma irmã, Alex, e as duas se voltam contra a nova mulher do pai, que, ao longo do filme, vai se mostrando alguém cruel. Parece ser muito clichê no começo, mas o final é mais do que surpreendente.

Fotos: E, para finalizar o Manual da Sexta 13, algumas fotos assustadoras, para vocês não dormirem à noite, haha! Gifs! Porque gifs dão muito mais medo...











4 comentários:

  1. Gostei do post mas quase morri a cada gif assustador hahahah

    http://umablogueirapobre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São muito horríveis, né? D:
      UIHASHIAHS Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Adorei o post!Mas o medo me consome aqui.

    http://www.thecrazypotter.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cuidado com o que tem debaixo da sua cama! Hahaaa <3

      Excluir